Calendário

 

DASHAMLET SYNDROMPOSTERklein

A AMBIVALÊNCIA MATA!

"Presta atenção aos teus sentimentos, porque eles se tornam pensamentos. Presta atenção aos teus pensamentos, pois transformam-se em palavras. Presta atenção às tuas palavras, pois elas transformam-se em acções. Presta atenção às tuas acções, pois elas tornam-se hábitos. Vigia os teus hábitos, porque se tornam o teu carácter. Vigia o teu carácter, porque ele se torna o teu destino". Provérbio chinês 

Porque somos tão ambivalentes? Porque é que sabemos das consequências desastrosas das alterações climáticas e ainda entramos no carro? Porque é que conhecemos a criação de gado em massa e ainda assim comemos carne? Porque somos cosmopolitas e tolerantes, e ainda assim não falamos com o nosso vizinho com antecedentes migratórios? 

Com a nossa nova interpretação do HAMLET de Shakespeare, gostaríamos de enfrentar este dilema.

SOBRE A NOSSA ESQUIZOFRENIA AO LIDAR COM O MUNDO!

 

Queremos tomar decisões objectivas de acordo com os nossos conceitos morais que nos foram educados e que nos pareceram bons. Mas será mesmo possível manter a objectividade, desde que a visão dos nossos próprios olhos seja principalmente subjectiva? O nosso comportamento não depende apenas de estímulos externos ou internos. Sentimentos, desejos, intenções, medos e ansiedades também controlam as nossas acções. Será a liberdade de pensamento e o livre arbítrio uma ilusão? Será que não adaptamos a acção ao pensamento, mas o pensamento à acção?

Parabéns

ao nosso amigo e actor Landry Nguetsa, que ganhou o prémio de melhor actor da África Central este ano.

Para PG actuou como Jesko von Puttkammer na peça >>Past / Present / Future Cameroon<<, bem como no RESTITUTION ART LAB no Volksbühne Berlin.


NOTÍCIAS DE REPRESENTAÇÃO:

Dez dias após a nossa semana intensiva no Volksbühne e os nossos eventos públicos a 17 e 18 de Junho no Salão Vermelho do Volksbühne de Berlim, recebemos a grande notícia por excelência: A Fundação do Património Cultural Prussiano anunciou que a figura de "Ngonnso" será devolvida aos Camarões. Que sucesso! Após 30 anos de esforço, agora está feito. Estamos todos muito felizes, especialmente Sylvie Njobati e a comunidade NSO. Para Sylvie, a viagem a Berlim valeu especialmente a pena. Mas apesar de toda a alegria, este só pode ser um primeiro passo no que ainda é um caminho muito longo. A actual discussão sobre a restituição de bens culturais deve ser acelerada através de mais contribuições artísticas desafiantes.

 

pg_Ruckgabe_Afrika (2)